terça-feira, 27 de setembro de 2016

Um novo assunto: História da Arte!

Acho que as duas disciplinas escolares que mais amo são História e Arte. Como esse meu interesse deve ter algum componente genético (ou não :) ), tanto a Chloe quanto o Bibi também nasceram gostando dos dois assuntos. Apesar disso, o que não tinha me ocorrido até o momento era tentar uni-las e trabalhá-las conjuntamente, partindo da perspectiva da arte e expandindo para diferentes aspectos do período histórico abordado.

Assim, há dias vinha pesquisando e reunindo materiais: sites, livros, vídeos... Comecei pelo que já conhecia, o Timetables of history (que já indiquei aqui no blog tempos atrás) e o apaixonante Heilbrunn Timeline of Art History (o site do Metropolitam Museum of Art, de Nova York). Mas a dificuldade sobre como apresentar os conteúdos de uma forma interessante -- e não infantilóide -- continuava. Cheguei, então, graças a um desabafo no facebook, aos excelentes livros History of Art, de Élie Faure, e História da Arte de Ernst Gombrich. Bons para mim, de fato... mas ainda não para eles.

Dias depois, recebi por mensagem o link para boa parte das aulas da cadeira de  História da Arte da UNESP. Um achado, sem dúvida, todavia, como eu não queria simplesmente delegar as aulas a um terceiro mas ministrá-las, deixei as aulas da graduação como um complemento, como uma carta na manga em caso de necessidade. E segui na procura.

Por alguma razão qualquer, mais alguns dias depois, puxei um dos volumes do Tesouro da Juventude da estante. Acho que eu estava lendo a parte sobre poesia quando descuidadamente vi "Livro das Belas Artes" no índice, uma das seções da coleção. Conferi os conteúdos referentes ao assunto e... bati o martelo! Sim, a antiga e manchada coleção de 1955 continua sendo um tesouro, de linguajar e conteúdo acessíveis às crianças, mas sem subestimá-las ou empobrecê-las, de maneira que resolvi adotá-la como base para nossas aulas. Além dela, para fins ilustrativos, usarei a linha do tempo do Heilbrunn, e, para os demais assuntos, o Timetables como ponto de partida.

Hoje tivemos nossa primeira aula e como assunto as inscrições deixadas nas cavernas pelos trogloditas da Idade da Pedra. Para melhor ilustrá-la, usei o site Lascaux, que permite um passeio virtual pelo local. As crianças se esbaldaram vendo os cavalos, bisões e veados espalhados pelas paredes.

Por fim, disse à Chloe que separasse uns pedaços de carvão do fogão à lenha para que os usassem para desenhar o muro, criando sua própria Lascaux. O resultado foi modesto, mas divertido.




Espero que os links e referências sirvam de incentivo aos pais que quiserem incrementar suas aulas. ;)

2 comentários:

  1. Camila, obrigada por compartilhar seus estudos. Tenho um filho de sete anos e pretendemos (eu e o marido) tirá-lo da escola, ou não matricular ele ano que vem. Estou começando o Honeschooling parcial e confesso que estou quase surtando, parece que não vou dar conta. As vezes eu travo, sou professora de formação e não imaginei que seria tão difícil essa desescolarizacao. Peço suas orações por minha família, estou lendo o Honeschooling católico, você indica alguma leitura para iniciantes? Tem em minha lista o Maquiavel Pedagogo como próxima aquisição. Seus filhos são encantadores. Fiquem com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luana. Tudo bem?
      Infelizmente o "Homeschooling Católico" é a única publicação sobre o assunto em nosso país até o momento. Se você lê em inglês, há muito material disponível na web, basta jogar no Google, inclusive livros gratuitos para download.
      Se você precisa de um passo a passo, deixo aqui o link para o meu curso a respeito: http://www.isidorodesevilha.com.br/courses/homeschooling-1-0/
      Rezaremos por vocês, pode deixar.
      Um abraço e fiquem com Deus!

      Excluir