Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2016

Ajude o homeschooling brasileiro

Pessoal, a ANED está fazendo um levantamento a respeito do número de famílias praticantes do homeschooling em nosso país. Como todos vocês sabem, vivemos um momento crucial na história do movimento aqui no Brasil, um momento no qual precisamos assumir nossas responsabilidades publicamente, dando a cara a tapa, e onde a covardia e o comodismo só nos prejudicará.

Por favor, se você pratica o homeschooling, mesmo que seus filhos ainda não estejam em idade escolar (afinal, eles poderiam estar numa creche, não é?), CLIQUE AQUI e responda ao questionário. Ele é bem breve, não é obrigatório colocar o nome dos pais e a lista ficará em poder da ANED, ou seja, é uma enquete segura.

Pelos nossos filhos e netos, pelas famílias, pela liberdade, pelo Brasil!

Homeschooling e adolescência: será que dá certo?

A maioria das famílias que inicia a caminhada homeschooler e têm filhos adolescentes obviamente não os educou em casa desde sempre. Assim sendo, para além das dificuldades comuns a todas às demais famílias (materiais, organização da rotina doméstica, etc), há ainda o hábito da vida escolar adquirido e reforçado ao longo de anos e, consequentemente, os vínculos com os colegas.
Diferentemente das crianças menores, o adolescente, pelo próprio período em que vive, descobre-se em um momento no qual os pares passam a ter uma importância maior do que até então possuíam. Deste modo, uma das principais razões para resistência ao homeschooling por parte dos filhos nessa faixa etária pode ser justamente a falta do convívio social, a saudade do tempo com os colegas.
No entanto, isso não precisa ser o fim de tudo, especialmente quando sabemos que a qualidade das amizades em nossas escolas não raras vezes é mais maléfica do que benéfica, mais prejudicando a formação do caráter dos nossos filhos do q…

Novos movimentos no caso Valentina Dias, junto ao STF

Compartilho aqui três posts meus, originalmente publicados no facebook, que atualizam os interessados em homeschooling no mais importante caso que tramita junto ao STF atualmente. Aos que desconhecem a questão, deixo aqui o link para o processo na íntegra. Pessoal, más notícias. Minutos atrás, Alexandre Magno postou em sua página aqui no facebook: "Ontem, uma dúzia de estados requereram conjuntamente ao STF a declaração de inconstitucionalidade da educação domiciliar. O que eles tanto temem? Será o homeschooling algo tão ameaçador? De qualquer forma, que venham os Golias!" Urge que nos reunamos, se possível de modo presencial, em orações pela causa do homeschooling.Estou procurando maiores detalhes sobre a situação. Assim que possível publicarei tudo aqui.
Pessoal, o que aconteceu foi o seguinte: 18 estados, e também o Distrito Federal, representados pelas suas respectivas procuradorias, pediram ingresso como amicus curiae junto ao processo da garota Valentina Dias, que …

A educação perfeita

Um dos sentimentos mais comuns entre pais e mães homeschoolers é a insegurança: "será que este é o melhor caminho/método/momento/professor/material didático?". Sem dúvida trata-se de um sentimento perfeitamente normal, dadas as circunstâncias em que nos encontramos, seja enquanto indivíduos ou enquanto povo. No entanto, há um engano que pode ser suscitado pela própria insegurança e pelo respectivo desejo de livrar-se dela: a fantasia de que é possível alcançar um nível em que ela suma por completo da nossa vida e, no caso, da nossa prática enquanto homeschoolers.

Listo abaixo algumas considerações que acredito que sejam importantes a todos os que querem praticar uma boa educação domiciliar sem cair na tentadora fantasia da ausência total de insegurança:

A primeira delas é o fato de que todos nós recebemos uma formação deficiente, mesmo aqueles que se especializaram na área educacional. E isso não é uma crítica aleatória contra o sistema. Não. Basta que sejamos sinceros e assu…