domingo, 18 de maio de 2014

Das aves, dos lírios e também de nós

Quem nos conhece, sabe: levamos um estilo de vida bem simples, modesto até. Abrimos mão de muitas coisas que o dinheiro proporciona por livre e espontânea vontade: para cuidar e ensinar nossos filhos, só o Gustavo trabalha fora, enquanto eu dedico-me totalmente à família. Assim, deixamos de fazer e de comprar muitas coisas de que gostaríamos, mas, em contrapartida, passamos muito tempo juntos, formamos uma família que é um verdadeiro time e, de quebra, aprendemos a confiar mais profundamente em Deus.

No dia de hoje, por exemplo, experimentamos essa graça providente de Nosso Senhor de uma maneira muito amorosa. Na saída da Missa, passamos no brechó que nossa igreja realizou neste final de semana. Eu, na verdade, nem queria passar, pois estava morta de fome. Queria ir direto para casa, almoçar e descansar. Mas entramos. De minha parte, mais por desejar prestigiar um pouco que fosse o trabalho das senhoras que organizaram tudo, dedicando a semana inteira a isso.

Logo de cara avistei uma estante de livros. Enquanto as crianças dispersavam entre os brinquedos, dirigi-me até ela. E que surpresa ao encontrar a coleção completa da Enciclopédia Delta Júnior! Como não encontrei indicação de preço em lugar algum, chamei Maria Helena, uma das senhoras responsáveis pelo brechó, e perguntei o quanto custava a coleção, já imaginando um valor difícil para nós. Para meu espanto, disse-me ela que não sabia o quanto cobrar, talvez R$ 10,00 ou R$ 15,00. Certifiquei-me: "Cada volume?". Mas ela corrigiu-me: "Não! A coleção completa! As crianças, hoje em dia, não lêem, então queremos que levem os livros e os aproveitem!". Vibrei de alegria e Gustavo sacou o dinheiro da carteira. 

Seguimos olhando, conversando... As crianças encontraram brinquedos bons e novos: quebra-cabeças e dominós. Eu encontrei um saleiro e um pimenteiro antigos, além de um colar de "pérolas" e de um broche. Chloe, depois, encontrou um par de brincos de pressão bem bonitinhos, um anel e uma bolsa. Dei mais uma espiada na estante de livros e eis que encontrei a história de São Josémaria Escrivá numa bela edição em quadrinhos!

Chegada a hora do pagamento, o susto não poderia ser maior: R$ 32,00 tudo! TUDO! Vocês conseguem imaginar a minha alegria? Acho que não. :)

Abaixo, deixo aqui algumas fotos que fiz dos nossos achados e o estímulo para que você, apesar da eventual fome e pressa, prestigie eventos desse tipo. Gastamos pouco, mas o pouco que gastamos reverterá em benefício da nossa querida paróquia. 

Quer maior prova do cuidado de Deus até nas pequeníssimas coisas da nossa vida? É claro que sei do cuidado Dele para conosco mesmo quando nada disso acontece, e especialmente quando as coisas ficam difíceis. No entanto, quando voluntariamente nos privamos de coisas por amor aos nossos e com a convicção de que o que fazemos está em acordo com a vontade Dele, mesmo contrariando tudo o que nos diz o nosso tempo, não é raro vermos chegar até nós pequenos mas significativos presentes, tais como os de hoje pela manhã. Deus é um Pai provedor; provedor de tudo, até do nosso deleite.


0 comentários:

Postar um comentário