sexta-feira, 25 de abril de 2014

Múmias, hieróglifos e braceletes de "ouro"

Como já comentei em outro post, a grande novidade deste ano letivo são as aulas de história. E há semanas planejo mostrar a vocês algumas das atividades que temos feito, mas... Gustavo deletou TODAS as fotos que eu tinha tirado até então, desde a tábua de argila com hieróglifos até o passo a passo da mumificação de uma fada. :( Mas a culpa foi minha, pois não fiz o upload para o drive e sobrecarreguei o tablet. Para aliviá-lo, Gustavo apagou as fotos.

No entanto, para que este post não seja uma completa inutilidade, publico aqui uma amostra dos conteúdos que vimos hoje: o Reino Médio do Egito.

A primeira foto é uma parte do teste sobre o capítulo de hoje. Ao final de cada capítulo, um novo teste é realizado.


Aqui, a modelo ostenta o resultado da atividade artística sugerida para o capítulo: um luxuoso bracelete de "ouro", feito com requintes de sofisticação, um rolo de papel higiênico, tinta amarela e glitter. :D



Enfim, a criança ouve, revisa, responde e ainda brinca, fixando de muitos modos diferentes a mesma coisa. E tudo isso sem esquecer o principal: o texto da Susan Wise Bauer é impecável! Nada de doutrinação, de ideologia, de distorções, de erros toscos. Um conteúdo que PRECISA ser urgentemente traduzido para as nossas crianças. Ou, no mínimo, servir de inspiração para que algo semelhante seja elaborado por aqui. Pra ontem.

2 comentários:

  1. Você está utilizando The Story of the Worlfd: History for the Classical Kid ? (http://www.amazon.com/The-Story-World-Classical-Earliest/dp/1933339004)? Outra pergunta, você ensina à seus filhos em inglês e/ou português?

    Sobre o último comentario concordo 100%. As editoras Ecclesiae e Vide poderiam ver isto. Tenho uma sugestão para vocês, família Abadie, que tal vocês escreverem um livro sobre a experiência de vocês, com indicações de bibliografia, currículo, etc acerca do homeschooling?

    Abraços,

    Henrique Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É este mesmo, Henrique.

      Eu ensino em português, mas como temos estudado inglês com bastante frequência, a Chloe já consegue entender algumas coisas sozinha.

      Quanto à tua sugestão, saiba que já estamos trabalhando no assunto. ;)

      Um abraço e obrigada pelo comentário.

      Excluir