quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Avaliação

O homeschooling é uma novidade no Brasil: algumas famílias, nenhum material, nenhum registro histórico significativo, muita suspeita da sociedade e nenhuma cooperação do governo. Enfim, estamos reinventando a roda por aqui. Em meio a isso tudo, uma dúvida é comum a muitas famílias: "será que estamos fazendo isso certo?". Em outras palavras, como podemos avaliar se o homeschooling tem sido benéfico aos nossos filhos não apenas intelectualmente (aspecto este facilmente constatável através dos próprios exercícios respondidos pelas crianças e de seu respectivo desenvolvimento), mas, especialmente, emocional, moral e espiritualmente?

Ocorreu-me, então, elaborar uma pequena lista de atitudes/comportamentos a serem observados nas crianças. Como disse, trata-se de uma lista voltada para os aspectos emocionais, morais e espirituais da vida das crianças educadas em casa, portanto, não é um teste a ser aplicado, uma lista de perguntas que elas (as crianças) devam responder, mas uma série de coisas a serem observadas com carinho e atenção pelos pais, afinal, os avaliados aqui somos nós.

Auto-estima: a criança sente-se à vontade para falar sobre seus estudos e progressos a outros além dos pais?; sente-se confiante diante de matérias novas, de livros novos, de desafios?; alegra-se ao aprender algo novo?

Assimilação: a criança inclui em algumas de suas brincadeiras aquilo que tem estudado (por exemplo: brinca de aula, inventa cálculos, lê em voz alta para alguém, desenha personagens, imita a mãe ou o pai)?; a criança já relatou algum sonho bom/divertido com alguma atividade ou história que faça parte do programa?

Iniciativa: a criança espontânea e prazerosamente lida com seus materiais (por exemplo: lê a Bíblia, lê o Catecismo, passa a limpo alguns trechos de seus cadernos)?; pergunta, especialmente fora dos horários das atividades, sobre os conteúdos?; sugere/pede temas, atividades, problemas?

Transmissão: a criança corrige, explica ou tenta ensinar voluntariamente às mais novas (irmãos ou amigos) aquilo que tem aprendido (por exemplo: corrige algum comportamento indevido, explica algum conteúdo, mostra aos pequenos como realizar alguma atividade)?

É sabido que nem todas as crianças respondem do mesmo modo e com a mesma intensidade às atividades, no entanto, acredito que, em alguma medida, atitudes e comportamentos tais como os que listei acima e outros semelhantes devam estar presentes se o homeschooling está realmente produzindo bons frutos em suas vidas.


0 comentários:

Postar um comentário