sexta-feira, 5 de julho de 2013

Casos recentes de um (des)caso antigo

Durante a presente semana recebi duas amostras concretas da situação educacional em nosso país. A primeira delas veio na quarta, com o depoimento da Ana Caroline, uma amiga e professora de história da rede pública de Santa Catarina. Como vocês verão abaixo, desde 1986 os alunos de lá não assistem aulas de história, mas, sim, recebem doutrinação esquerdista massiva. A segunda amostra veio ontem à noite e retrata a situação do ensino da língua portuguesa no Distrito Federal. Vejam vocês mesmos e depois me digam se a única saída para os nossos filhos não é a realmente a educação domiciliar.
"Hoje à tarde fui convidada a uma reunião de professores de escolas estaduais com o objetivo de pensar e repensar a Proposta Curricular - PC. Ao perceber o andamento da conversa, perguntei à preletora:
- Então estamos admitindo que a Proposta Curricular e a ação nas escolas está sendo pensada e planejada desde 1986 sob as idéias de Marx e Gramsci?
Ela me respondeu:
- Sim. Exatamente!
Continuei:
- Planejando uma escola esquerdista?
Ela respondeu:
- Sim. Mas isso porque foram os movimentos sociais e os movimentos de esquerda que pensaram uma escola crítica e baseada na dialética.
Perguntei mais claramente:
- Inclusive na Proposta Curricular de Santa Catarina é esquerdista?
Resposta que obtive:
- Sim!
Alguém entre os professores ouvintes falou alto e vibrante:
- Ainda bem!!!

(Depois disso o papo descambou pro lado do Paulo Freire, aí eu desisti de qualquer tipo de comentário!)

Ainda bem, meus amigos? Não foi claro o suficiente? Segue uma cópia do que a preletora expôs nos slides:

14hrs – Tema: PROPOSTA CURRICULAR DE SANTA CATARINA

Fundamentação da PC de SC:
Materialismo Histórico e Dialético:
- Histórica: em que contexto surgiu;
- Político: qual sua escolha política;
- Filosófico: a partir de que compreensão de mundo foi feita;
- Pedagógicos: como compreende o processo de aprendizagem.

Fundamentação Histórica:
Ascensão das forças de centro-esquerda – 1986
Retorno das forças de direita – 1990

Fundamentos políticos:
O pensamento de Gramsci como uma síntese do marxismo.

Fundamentos filosóficos:
Marx e Engels.
- Os homens produzem sua vida e sua história a partir da materialidade de cada tempo;
- Uma visão em oposição à que compreende a história dos homens é determinada a priori por uma idéia pré-existente;
- A produção da vida e da história feita pelo trabalho;
- A humanidade e a história são resultados do trabalho;
- A materialidade de cada tempos é resultado do trabalho acumulado no tempo pretérito."

2 comentários:

  1. Boa tarde, você faz um excelente trabalho.

    Talvez você já tenha lido, mas ficam duas sugestões que reforçam aquilo que você destaca:

    "A animalização da linguagem", por Olavo de Carvalho;
    "Pensar está se tornando algo obsoleto", do prof. Tomas Sowell.

    Também luto contra essa manipulação toda, ao meu modo, no meu blog Laudaamassada.

    Não verifiquei se o seu blog já está lá; caso não esteja, entre em contato com o editor do Liberesfera e peça para colocar o seu link.

    Força, e fique com Deus.
    Gutenberg J
    Laudaamassada


    ResponderExcluir
  2. Olá, Gutenberg.

    Obrigada pelo elogio e pelas indicações de artigos, ambas já conhecidas. O "Pensar está se tornando obsoleto" eu acabei de postar na página do blog lá no facebook. ;)

    Um abraço e que Deus te abençoe também!

    ResponderExcluir