Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2013

Ensinando o caminho estreito nos relacionamentos

Ontem à tarde, brincando na praça, Chloe e um amigo excluíram uma terceira criança das brincadeiras, pois "ele não quer brincar como a gente quer". No caso, o menino tinha que ser o prisioneiro e recusava-se a isso. Para piorar, o menino não tinha outras crianças para brincar e era visivelmente mais novo que a Chloe. Ele estava em total desvantagem, mas, apesar de triste, não cedeu.
Chamei minha filha e perguntei-lhe se era assim que ela gostaria de ser tratada, se ela gostaria de ser excluída por não querer ser a prisioneira. Seu semblante descaiu e ela entendeu o que havia feito. Mas, como o sol já estava partindo do local onde estávamos, guardamos nossas coisas, nos despedimos do menino e sua mãe e fomos embora.

Lá no Evangelho de Mateus, Jesus disse o seguinte:
Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas.
Mateus 7:12 "Portanto, tudo o vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porq…

Sobre "Maquiavel Pedagogo" (1)

Minha intenção aqui não é redigir uma resenha sobre um livro que eu ainda nem sequer li por completo, mas apenas compartilhar algumas impressões a respeito dos dois primeiros capítulos com outras mães, as quais, assim como eu, interessam-se pelo livro e/ou pelo assunto.
Confesso que logo que terminei de ler a introdução, minha reação foi a de tentar arranjar qualquer desculpa para adiar a leitura completa do livro. Tentei justificar-me lembrando que havia interrompido a leitura do Trivium, que eu estava sempre interrompendo leituras, que o único tempo que tenho para leitura é uma mísera meia hora antes de entrar em coma, digo, de cair no sono, e blá, blá, blá. Quando, porém, percebi que minha justificativa estava assentada sobre os sentimentos de nojo e aversão, compreendi que qualquer desculpa que eu inventasse não tornaria a minha atitude melhor que a de um avestruz, que enfia a cabeça na areia e deixa o traseiro à mostra. Em outras palavras, o fato de eu não querer saber de algo tão…

Agradecimento

Na noite de ontem, para a minha surpresa, o marcador de visitas virou os 2.000 acessos. A maioria vinda do Brasil, mas outras vindas do EUA, da Rússia, da Ucrânia (!) e até da França. E, bem, não faz nem um mễs que estamos por aqui, e não contamos com nenhuma divulgação profissional, mas, excetuando a publicação inesperada no Mídia Sem Máscara, apenas com os nossos próprios perfis no facebook e com o compartilhamento dos amigos. =)
Alegra-me muito tudo isso. ;) Não somente pelas visitas, mas especialmente pelos contatos estabelecidos com mamães de todo o Brasil, com as quais posso trocar experiências, aprender e também ser encorajada. Assim, obrigada a vocês! Duas mil visitas não é um "mundaréu" de gente (expressão típica gaúcha =D ), mas é muito mais do que eu esperava. O que mostra que há mais gente preocupada com os rumos que as coisas têm tomado em nosso país (e que repercutem diretamente sobre as nossas famílias) do que eu poderia supor. \o/
Encorajada por isso e pela fé …

Por onde começar (1)

A pergunta mais repetida por nós, mamães, quando começamos a cogitar o homeschooling ou a educação complementar doméstica certamente é "mas por onde começar?".
Não poucos ouviram de mim esta pergunta e até mesmo vocês, em outro post, viram que a questão do currículo ainda é um problema para mim, ainda é fonte de pesquisa, ainda é uma questão aberta. Mas, refletindo a respeito, resolvi dar um passo para trás. E é sobre ele que desejo falar a vocês.
Como já mencionei, há uma infinidade de modelos de educação domiciliar disponíveis nos EUA e aguardando por serem descobertos. E é também interessante notar o consenso informal que há entre as famílias praticantes de homeschooling sobre o fato de que não há consenso quanto à opção adotada por cada família. =) Ou seja, todos os homeschoolers têm a liberdade de escolher qual é o método mais adequado e quais são os conteúdos mais relevantes dentro da sua própria realidade familiar/comunitária/regional. Claro, tudo isso sem deixar de lad…

Links edificantes (1)

Também os teus testemunhos são o meu prazer e os meus conselheiros.
Salmos 119:24  "Também os teus testemunhos são o meu prazer e os meus conselheiros." Salmo 119: 24
Uma das coisas que mais me alegra e inspira é o conhecer outras histórias, especialmente histórias de outras famílias cristãs que têm vivido ou buscado viver o homeschooling. São histórias francas, sem as fantasias e artificialismos das super-produções. Histórias de simplicidade, ou melhor, de gente simples, gente que se supera, que cansa, que persevera, que erra, que corrige e que se alegra no trabalho de crescer e de fazer crescer uns aos outros.
Pensando nisso é que resolvi fazer este post com links para os sites e respectivos perfis no Facebook das mamães que, em alguma medida, ao compartilhar sua caminhada, tornam a minha própria mais leve, bem como ajudam a iluminar o caminho.
A maioria dos links é de mães norte-americanas. Mas não se intimidem caso não sejam fluentes em inglês, como eu mesma não sou. Bora p…

A difícil conciliação

Todos os dias em que a Chloe vai à escola preciso fazer um vigoroso trabalho de conciliação no início da tarde, em casa: ela não quer fazer os temas e normalmente conta-me uma porção de pequenos episósios que relatam dificuldades, desentendimentos, displicência e por aí vai...
Como relatei algumas vezes em meu perfil no facebook, aquilo que está sendo ensinado este ano em sala de aula é uma grande reprise da primeira série. Hoje, por exemplo, as tarefas de casa eram exercícios de português para preencher as linhas com as sílabas ba, be, bi, bo, bu, da, de di, do, du e fa, fe, fi, fo, fu. A formação das sílabas foi um conteúdo que estudamos em casa no segundo semestre do ano passado. Desde então Chloe domina essa etapa e também a seguinte, de junção das sílabas e formação das palavras. Ou seja, é cansativo e entediante para ela a repetição desnecessária daquilo que ela já sabe, como imagino que seja para qualquer pessoa normal que goste de crescer e ser desafiada.
Minha estratégia, entã…

Uma palavra de encorajamento

Bom dia, mamães!
Se algumas de vocês, assim como eu, se descobrem vez por outra lastimando por não possuir todos os recursos que desejariam para melhor cuidar e ensinar os filhotes, aqui vai uma palavra de encorajamento, uma palavra que tem consolado o meu coração e espero que console o de vocês também:
"Eis o princípio da sabedoria: adquire a sabedoria. Adquire a inteligência em troca de tudo o que possuis. Tem-na em grande estima, ela te exaltará, glorificar-te-á quando a abraçares".  (Provérbios 4: 7,8)
Queridas, de que adianta a abundância de recursos e a falta de sabedoria para usufruí-los? Não é melhor uma meia dúzia de bons livros bem aproveitados do que dezenas deles incompreendidos? Não é melhor uma hora de estudo focado do que três horas de lazer inútil?

Peçam sabedoria a Deus para aproveitar aquilo que Ele lhes têm dado, especialmente o tempo! Vocês verão como tudo parecerá multiplicar-se e como não são as últimas tecnologias que garantem os melhores resultados, mas o …

O melhor trabalho do mundo

Quando me propus, com o aval de meu marido, a iniciar as atividades de educação domiciliar complementares à escola, em pouquíssimo tempo descobri-me, como diz o ditado, "em um mato sem cachorro".
Diferentemente dos norte-americanos, que são referência mundial no assunto, possuindo dezenas, ou até centenas, de modelos, metodologias e propostas curriculares, nós, aqui no Brasil, precisamos reinventar a roda, pois não há uma proposta curricular detalhada voltada ao ensino nos lares.
E agravando um pouco a minha situação particular, não possuo formação pedagógica (embora hoje em dia eu suspeite da maioria das formações "superiores" na área das humanas), de modo que a sensação de insegurança vai e volta quando preciso explicar, por exemplo, subtração de centena ou a diferença entre os acentos circunflexo e agudo, pois nunca tenho certeza se estou adotando o método mais adequado.
No entanto, apesar das dificuldades, não desisti da missão, mas prossegui lendo (especialmente …

The coat - O casaco

Queridas mamães,
Ontem à noite, ouvindo música no youtube, descobri, sem querer, essa doçura de animação. E como ela tem tudo a ver com a época do ano que estamos vivendo aqui no sul, resolvi compartilhá-la. 


Muitas vezes fui beneficiada por esse tipo de gesto de amor ao longo da vida - e mesmo hoje às vezes isso acontece -, e meus filhos também. Nós, de nossa parte, também procuramos abençoar aqueles que tem menos que nós com aquelas coisas que já não nos servem mais. Assim, fica aqui o meu incentivo às mamães: ensinem às crianças a gratidão, quando ganham algo de que precisam, e a generosidade, quando podem auxiliar quem não tem com aquilo que lhes sobra. Saber ser grato e saber ser generoso são duas virtudes fundamentais àqueles que querem agradar a Deus.
Assistam. É lindo. Quase morri chorando, pra variar. ;)

Português

O ensino e o aprendizado do português é um caminho longo, repleto de sons, formas, regras, repetições, exercícios... Eu e Chloe já percorremos um booom trecho do percurso, considerando-se a idade e a série em que ela está, mas hoje quero mostrar a vocês a atividade mais recente.
Conforme havia citado neste outro post, descobrimos os poemas infantis do Bilac recentemente, mas, desde então, venho intercalando exercícios de sílabas tônicas, separação silábica e acentuação com exercícios a partir dos poemas. Assim, a atividade de hoje foi elaborada desde o poema "As Flores".
Para aprimorar e fixar a questão da acentuação, intimamente relacionada à habilidade de ouvir os sons das sílabas e discernir sua força, comecei propondo a acentuação das palavras sublinhadas. Depois, partimos para uma leitura mais atenta, onde as palavras desconhecidas deveriam ser circuladas. Então, com a minha ajuda, passamos à pesquisa no dicionário, para ampliação da compreensão, do vocabulário e do desen…

Novelas

Ontem à tarde, enquanto aguardava minha médica, fiquei na sala de espera ouvindo, inevitavelmente, a novela da tarde da Rede Globo.
Esforcei-me de todas as maneiras para não prestar atenção ao episódio, mas era o mesmo que tentar não respirar na presença de um defunto: impossível. Por mais que tentasse ler - Gustavo tinha consigo "O livro das virtudes" - , buscar água, conversar, aquele volume altíssimo e aquelas falas toscas acabavam vencendo, aquela podridão invadia minhas narinas.
À exceção de mim e de meu marido, todas as demais pessoas estavam vidradas assistindo àquela trama surreal. Olhares crédulos, de censura, de identificação, um mundo de emoções mais ou menos disfarçadas presente em cada rosto na diminuta sala... E eu não conseguindo evitar o pensamento de que realmente, faz TODO O SENTIDO DO MUNDO que o Brasil esteja como está.
Lembrei-me, então, de um vídeo do Padre Paulo Ricardo a respeito das novelas. Sei que a maioria das minhas leitoras deve ser proveninente da…

Mamães, sejamos elos

"(...) Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó." Êxodo 3: 6a
Mamães,
Vejam que belo artigo encontrei no FB. Confirma-nos algo muito antigo e muito sábio: a importância de conhecermos e de fortalecermos os elos com o passado de nossos antepassados, para darmos às nossas crianças a chance de aprenderem com as suas experiências, de enxergarem mais longe e de se compreenderem como parte de algo maior que elas mesmas.

Que neste dia das mães possamos fortalecer os elos com nossos filhotes e torná-los, assim, mais conscientes e mais fortes!
FORTALECENDO SUA FAMÍLIA COM HISTÓRIAS

Uma das coisas mais importantes que você pode fazer para a sua família pode ser a mais simples de todas: desenvolver uma forte história familiar.

Os psicólogos Marshal Duke e Robyn Fivush desenvolveram uma métrica chamada de escala “Você Sabe?” que pedia que crianças respondessem a vinte perguntas. Por exemplo, “Você sabe onde seus avós cresceram? Você sabe qual o ginásio q…

Conselhos a uma futura mamãe

Este post foi originalmente publicado em meu antigo blog.  Trata-se de uma mensagem em resposta a uma amiga que contou-me sobre a decisão de ter um bebê,  mas contém alguns conselhos que podem ser úteis  a várias pretendentes a mamãe.



Querida ______!
Que grande notícia! Que boa disposição do coração!
Saiba, no entanto, de duas coisas sobre as quais muito pouco se fala, mas que, na minha modestíssima opinião, são realmente fundamentais:
- A primeira delas é a união entre vocês. Não só ter pai e mãe é importantíssimo, mas tê-los unidos e, ao máximo possível, em concordância. É a estabilidade do casal o que por primeiro fornece a segurança da criança e o desenvolvimento equilibrado de sua personalidade. Um casal que se separa ou que vive como se separado estivesse, onde cada um puxa para um lado, desorienta emocional, psicológica e moralmente a criança. Não é por acaso que de uns anos para cá o número de pessoas inseguras e/ou que se vitimizam até não mais poder só tem aumentado! …

Matemática para bebês e crianças pequenas

Descobri o trabalho da Profa. Margarita Noyes por indicação do Prof. Olavo de Carvalho. Além de professora de inglês, a Profa. Noyes é um exemplo de mãe que educou com sucesso todos os quatro filhos em casa. Ou seja, em suas falas encontramos uma grande quantidade de dicas valiosas!

Estes breves vídeos foram encontrados na página do site Educação de Crianças. Nele há ainda outros vídeos da professora bem como uma série de programas de rádio sobre homeschooling na barra lateral à direita. Enjoy!

Outono, finalmente

Hoje a temperatura despencou aqui em POA. Pela manhã fez 13 graus. Sem o menor peso na consciência, deixamos Chloe ficar em casa, quentinha, debaixo das cobertas - afinal, embora esteja na segunda série, a professora/estagiária insiste em ensinar as vogais, ou seja, provavelmente nada de útil foi ensinado neste dia. No entanto, agora há pouco, fizemos alguns exercícios de português sobre o uso do 's', 'ss', 'x' e 'ch' e, melhor de tudo, estudamos o poema "Infância", de Olavo Bilac. Ou seja, além de treinar um pouco mais a correta acentuação - copiei o poema sem nenhum acento e ela teve que acrescentá-los - , Chloe aprendeu um pouco sobre versos, rima e métrica, além de adorar as imagens que a poesia cria na imaginação. =)

Confiram o link para "Infância".

O que é "Encontrando Alegria"

Grandemente se regozijará o pai do justo, e o que gerar um sábio, se alegrará nele.
Provérbios 23:24 Grandemente se regozijará o pai do justo, e o que gerar um sábio se alegrará nele. (Provérbios 23: 24)
Sobre o blog

Embora a educação domiciliar não seja proibida em nosso país, também não é explicitamente garantida por lei, já que a nova Constituição (de 1988) exclui da alçada dos pais tal responsabilidade, restringindo-a ao Estado. Ou seja, teoricamente, aqui no Brasil a educação parece ser um compromisso dos governantes com o povo. No entanto, cada vez aumenta mais o número de famílias que percebe a insuficiência daquilo que as escolas oferecem, optando, então, pelo ensino em casa, também conhecido como homeschooling, ou ainda, por um modelo híbrido, no qual as crianças continuam frequentando a escola mas recebem também um intenso acompanhamento no lar. O nosso caso, meu e de minha família, é precisamente este último. Temos a felicidade de termos nossa filha matriculada em uma escola pe…